O CREA É UM CONSELHO OBSOLETO

Esta é a minha primeira inserção por aqui e nem sei se estou me manifestando no local adequado. Primeiramente tenho que tomar cuidado com o "trapaceiro" corretor ortográfico para não pagar "mico" Também aproveito para pedir desculpas pelas reclamações indevidas dirigidas ao Renato Guimarães através de e-mail, mas que considero pertinentes, por isto vou começar a me posicionar formalmente através das ferramentas disponibilizadas aqui no site. Esta primeira críitica nem vai ser extensa, porque o título para mim já diz tudo e quem como eu tem mais de sessenta anos saberá do que estou falando. O Crea é um tipo de Conselho, que até onde pude apurar, só existe neste nosso país tupiniquim. Foi concebido naquela velha prática de se criar órgãos públicos para aparelhamento, com a finalidade de propagar posições políticas e concomitantemente arrumar trabalho, digo emprego, muitos com salários polpudos, para um monte de incompetentes e pessoas não afeitas ao trabalho. Quando digo que o conselho é obsoleto pretendo dizer que ele nunca precisou existir, pois só onera a vida dos profissionais, atrapalha mais do que ajuda e não trás nenhum retorno para os engenheiros de uma forma geral, a não ser para os oportunistas supracitados. Como disse anteriormente este primeiro texto é curto pois não faltarão oportunidades para falar deste Conselho, que considero o maior empecilho a evolução da nossa categoria profissional. Será uma luta árdua, pois tal qual um câncer e suas metástases, depois de instalado é difícil extirpar. Não tenho dúvidas que os engenheiros mais jovens é que serão agentes desta transformação, mas os poucos engenheiros da velha guarda, que nunca se calaram diante desta aberração, estarão aqui para estas batalhas que estão por vir. 

Ecio Ribeiro

Autoria

  • Ecio Ribeiro
    Engenheiro
    Rio de Janeiro-RJ
    Atuação em projetos e obras de construção civil, com experiência na área ambiental. Experiência nas áreas de edificação, saneamento básico, contenção, dragagem e pavimentação. Habilidade para trabalho em equipe e na interface com setores e pessoas que interagem nas diversas áreas da empresa e facilidade de adaptação a novas ideias e mudanças de rumo que os processos exigem. Vivência no gerenciamento, assessoria e planejamento de contratos de alto nível. Desenvolvimento e implantação de sistemas de qualidade, orçamento e custo. Prática em processos licitatórios no setor público e privado.

Olá, você só poderá enviar comentários quando se registrar ou realizar seu login.