Escalabilidade de serviços existe?

Escalabilidade de serviços existe?

19/01/2020 - 15:41

Vamos iniciar este artigo com um pequeno pensamento de T. Harv Eker em seu livro Os Segredos da Mente Milionária: 

"Suponha que você está no ramo de canetas e recebe um pedido de 50 mil unidades. O que faria nesse caso? Telefonaria para o seu fornecedor, encomendaria as 50 mil canetas, as entregaria ao cliente e embolsaria o lucro, feliz da vida. Agora imagine que você é um exímio massagista e tem 50 mil clientes fazendo fila à sua porta, todos eles querendo os seus serviços. O que você faz? Simplesmente se rói de arrependimento por não estar no ramo de canetas. O que mais pode fazer? Experimente explicar à última pessoa da fila que o atendimento vai demorar “um pouco” porque a consulta terá que ser marcada para as 15h15 de uma terça-feira daqui a quatro décadas.

Não estou sugerindo que é errado prestar serviços pessoais. Apenas não espere ficar rico tão cedo, a não ser que você invente uma forma de se duplicar ou de alavancar a si mesmo." (T. Harv Eker - Os Segredos da Mente Milionária)

A grande questão é resolver um problema comum a todos os engenheiros e arquitetos: Como escalar serviços. É possível? 

Sim! Mas como?

A diferença entre a mente milionária e a mente bilionária não é tão grande. A mente milionária trabalha com DDO (Dinheiro Dos Outros) e a mente bilionária trabalha com DDO + TDO (Trabalho dos Outros) - Segundo a escritora Fabiana Araújo, escritora do livro Din Din, Como Conseguir Investimentos Para Seu Negócio (disponível gratuitamente aqui). O que isto quer dizer?

Imagine a seguinte situação:

Você trabalha desenvolvendo trabalhos de arquitetura como maquetes eletrônicas, renderização 3D, projetos, entre outros. Um verdadeiro especialista na área e já possui uma cartela considerável de clientes. Nesta altura você tem duas escolhas:

  1. Continuar prestando serviços a vida toda, correndo e se esforçando para fazer um marketing pessoal agressivo e nem sempre tão eficaz, mas suficiente para se sustentar com alguns clientes.
  2. Você pode ensinar as pessoas como fazer o que você faz e com isto tirarem seu sustento, acumulando uma ou mais turmas. (DDO) Onde as pessoas vão pagar para fazerem o que você faz diante, é claro, dos resultados que você teve na sua carreira. Lembrando que as pessoas seguem resultados e não historinhas.
  3. Você incentiva as pessoas a venderem os projetos que elas mesmas desenvolveram utilizando um "método" de vendas eficaz que você criou, quando na verdade o método é simplesmente a divulgação deste material para o público que você conquistou durante sua trajetória . (TDO) Onde as pessoas utilizam seu próprio dinheiro e seu próprio trabalho para desenvolver um produto que será vendido através do seu "método eficaz".

FUNCIONA! Por que? 

Porque simplesmente você estará fazendo as pessoas ganharem dinheiro! É SIMPLES. Entenda esta frase: Você não é quem diz ser, você não é o que gostaria de ser e muito menos o que as pessoas acham que você é. Você é, simplesmente, seus comportamentos e SEUS RESULTADOS.

Quanto mais as pessoas verem resultados satisfatórios no que você JÁ FEZ, mais elas vão querer fazer o que você JÁ FEZ e com isto lucrarão com isto e, como você já sabe, você lucrará muito mais que elas, criando novos métodos, novas ações, estratégias e conquistando outras pessoas fazendo, por muitas vezes, NADA! Pois você já fez tudo que podia. 

  • Estudou
  • Se especializou
  • Trabalhou na área
  • Passou noites planejando
  • Gerou resultados
  • Agregou valor às pessoas

Agora, caro amigo ou amiga, transforme SIM, o seu serviço pessoal em um produto escalável.

Esta é apenas uma das milhares de formas. 

Para saber e acompanhar mais sobre ideias de empreender e escalar seu negócio, clique aqui e faça parte de nosso grupo de especialistas no Telegram. Além, é claro, de se cadastrar no portal.

 

  • Renato Guimarães
    Estudante
    Professor
    Engenheiro
    Outro
    Formado em Ciências de Computação, Engenharia de Computação, pós-graduado em marketing digital e design digital pelo Instituto Infnet, CEO do Portal Engenharias.Org e ganhador do título de Comendador e da medalha JK no Congresso Nacional em 2019.